Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Quinta, 05 de dezembro de 2019

Construção do novo centro administrativo é tema Audiência Pública na Câmara de Vereadores

Com o Plenário Juarez Alvos Lemes lotado, uma audiência pública que discutiu a construção do novo centro administrativo para Santo Ângelo, foi realizada na Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira, 03.

Proposta pelo vereador e vice-presidente da Casa, Vinícius Makvitz (MDB), a reunião contou com a presença do presidente do Poder Legislativo, Maurício Loureiro (PDT), dos vereadores Valdonei da Luz (PDT), Pedrão (PSD), Zilá Andres (Progressistas), Valter Mildner (REDE), Paulão (Progressistas), Rodrigo Trevisan (Progressistas), e Lucas Lima (MDB), secretários municipais, representantes de entidades e instituições locais, e da comunidade.

Segundo Makvitz, a realização da audiência foi necessária, em face de proporcionar que a comunidade apresente dúvidas e que o Poder Executivo esclareça todos os questionamentos relacionados ao projeto e execução do novo centro administrativo. “É uma satisfação tê-los aqui para discutir esse importante investimento na nossa cidade, e essa importante permuta para mim é o mais lógico, pois o município muitas vezes esbarra na burocracia e demoraria mais tempo, e ate mesmo, quem iria fazer uma edificação nesses moldes, nesses valores?”, disse o vice-presidente do Legislativo.

O prefeito Jacques Barbosa, que apresentou um possível layout para o novo centro administrativo, e esclareceu que um anteprojeto será definido pela prefeitura e a empresa que for a vencedora da licitação vai fazer os projetos complementares: cálculo estrutural, hidráulica elétrica, projeto de lógica, nos modelos que o governo do Estado vem fazendo com os aeroportos.

Após sua fala inicial, o prefeito recebeu perguntas e ponderações do presidente do Sindicato Rural, Laurindo Nikititz, do presidente da Acisa, Douglas Ciechowiez, do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Daniel Casarin; da diretora do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Rosane Pagno; do diretor da Faculdade CNEC, Demétrius Bigaran, e do empresário do ramo imobiliário José Quintino. Em seguida, foi a vez dos vereadores se manifestarem acerca do projeto apresentado.

De modo geral, quem se manifestou aprovou a construção em formato de permuta, porém, foram feitos alguns questionamentos, especialmente sobre o local escolhido.

 

Permuta

Conforme o prefeito Jacques Barbosa, a permuta foi a melhor forma encontrada para construir a sede. Utilizando esse modelo de negócio, não será retirado recursos do caixa geral do Poder Executivo, mas será entregue uma área pública em troca do prédio pronto, não estando inclusa a mobília.

O local previamente escolhido para a edificação é o campo do antigo Tamoyo, na Zona Norte da cidade, e em troca, o município deve entregar a área do campo do Elite, localizado na Avenida Brasil esquina com a Osvaldo Cruz, que foi avaliada pela equipe técnica da prefeitura em R$ 8.750 milhões. O valor, na permuta, equivale a cerca de 4,3 m² de área edificada, com dois elevadores e auditório.

O prefeito esclareceu que o Governo Municipal buscou outras áreas para ceder na permuta, porém o mercado exigiu uma apenas “Fica mais difícil permutar duas ou três áreas de menor valor para um empreendimento. As empresas, os investidores querem um lote só, para poder fazer o seu investimento”, afirmou.

Jacques enfatizou que a escolha do local não foi consenso, porém conversando com várias lideranças políticas e comunitárias, entendeu-se que a Zona Norte seria melhor pela localização, pelo valor do lote e questão de esgoto.

Durante sua explanação, o prefeito Jacques Barbosa falou sobre a possibilidade de a Câmara de Vereadores também ser levada para a Zona Norte, considerando que o atual prédio também possui problemas estruturais, de PPCI e acessibilidade.

Sobre o assunto, o presidente do Legislativo, Maurício Loureiro (PDT), comentou que está sendo discutida a ideia, e que foi entregue ao Poder Executivo um ofício solicitando informações para viabilizar a construção de uma nova sede também em forma de permuta. “Queremos ampliar e debater com a comunidade sobre esta possibilidade, pois entendemos que é uma necessidade  para melhor atender a população, além de proporcionar uma economia de aproximadamente R$ 40 mil por ano, que é gasto em aluguel”, afirmou o Chefe da Mesa Diretora.

Com relação ao prédio que atualmente abriga a prefeitura, Jacques afirmou que a ideia é transformar a área central em um grande centro de turismo e cultura.

Makvitz falou da importância de revitalizar o local para receber visitantes. “Se é para comportar e acolher os turistas, que seja num local agradável, pois é ele que vai fazer com que a nossa economia possa ter mais geração de renda e emprego. Estamos começando uma nova etapa, um novo ciclo, e podemos ter muitos investimentos na nossa cidade na área do turismo”, destacou o vereador.

 

 

 

03 de agosto de 2020
Projeto “ASAF CONTRUÍNDO CAMPEÕES”, tem o intuito de renovar os materiais esportivos e também manter a comissão técnica para a temporada 2020/2021
11 de julho de 2020
A Câmara de Vereadores recebeu na tarde desta quinta-feira, (09), o coordenador da 12º Regional da Saúde, Yury Sommer; o diretor administrativo e o assessor de direção do Hospital de Caridade de Santo Ângelo, Marcelo Borges e Fermino Zucoloto em uma reuni
09 de julho de 2020
A solicitação informa que grande parte da comunidade não tem acesso à internet ou possuem aparelhos eletrônicos para efetuarem o atendimento online e também no 0800 fornecido pela empresa responsável ao abastecimento de água potável nas casas dos santo-an
08 de julho de 2020
A solicitação pede o retorno dos atendimentos presenciais no posto que se localiza no bairro Pippi e também a abertura de um novo posto no centro da cidade.
07 de julho de 2020
O Centro de Atendimento conta com 135 metros quadrados e se localiza na parte externa da UPA no bairro Pippi. A unidade contará com atendimento diário das 7 da manhã às 22 horas da noite.