Brasão

Câmara de Vereadores
de Santo Ângelo

Câmara de Vereadores de Santo Ângelo.

Terça, 24 de setembro de 2019

Sessão Especial alusiva ao Setembro Amarelo é realizada no Legislativo

Por proposição do vereador Dionísio Faganello (DEM), foi realizada na noite dessa segunda-feira, 23, uma Sessão Especial alusiva ao setembro amarelo, mês de combate ao suicídio.

A solenidade contou com a participação das psicólogas do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Rosangela Saragozo e Cristiane Rampon, representando o Poder Executivo, da coordenadora do curso de Psicologia da URI, Giana Brum Vendrusculo, da diretora da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Simone Lunkes, da Tenente Marisa Bless, representando o 7º RPMon, e do ex vereador José Martins, proponente da Lei que institui a realização anualmente, da Sessão Especial alusiva ao setembro amarelo.

Ao se pronunciar em nome do Poder Legislativo, Faganello falou sobre a importância de debater o assunto e ajudar quem precisa. “A prevenção é possível e algumas ações podem ser feitas por todas as pessoas: permitir, por exemplo, que as pessoas desabafem e falem sobre seus sentimentos sem receber críticas é um meio de se evitar que se pense na morte como solução para as dores. A morte em si, já é um tabu. A morte por suicídio costuma ser muito mais, pois toca em questões de escolhas, crenças e barreiras sociais”, afirmou o vereador.

Giana discursou sobre o tema e lembrou dados alarmantes de suicídio no Brasil.“Inúmeras vezes atribuímos o suicídio a fatores individuais, problemas psicológicos e emocionais do sujeito. Mas também é necessário considerar os fatores sócio-ambientais envolvidos, como a falta de perspectiva de vida, e de políticas públicas que abarquem esse fenômeno, garantindo a estas pessoas vulneráveis, acesso à dignidade enquanto seres sociais e atores das suas próprias ações”, afirmou.

Conforme a coordenadora do curso de Psicologia da URI, o suicídio é uma questão complexa. “Por isso, os esforços de prevenção, necessitam de coordenação e colaboração entre os múltiplos setores da sociedade, incluindo saúde, educação, trabalho, agricultura, negócios, justiça, lei, defesa, política e mídia. Estes esforços devem ser abrangentes integrados, pois apenas uma abordagem não pode impactar um tema tão complexo quanto o suicídio. Assinalamos que e articulação e a integração entre os diversos setores citados, só ocorrerá com construção de políticas públicas patrocinadas pelos poderes constituídos e a participação efetiva da sociedade”, finalizou Giana.

11 de novembro de 2019
Reunião foi proposta pelos vereadores Paulão e Márcio Antunes e contou com a presença do deputado federal Jeronimo Goergen
07 de novembro de 2019
O espetáculo será às 17 horas durante a Santa Missa, na Catedral Angelopolitana e integra a segunda Turnê do Coral, que é considerado o mais antigo da região das Missões.